Fundação Educandário "Cel. Quito Junqueira"
Avenida Cavalheiro Paschoal Innecchi, 500
Ribeirão Preto - SP
Telefone: (16) 3627-1800
Destaque secundário

Música, Esportes, Inglês e Artes são opções gratuitas de atividades no EducaJovem

As inscrições vão até 23 de fevereiro

24/01/2018

Estudantes de escolas públicas com idade entre 11 e 17 anos podem participar das oficinas gratuitas do Projeto EducaJovem da Fundação Educandário “Cel. Quito Junqueira”. O objetivo é a formação integral do jovem e principalmente a sua formação cidadã plena e participativa. As inscrições que iniciaram em 15 de janeiro vão até 23 de fevereiro. 

 “Nossas oficinas são interativas e lúdicas, atraindo assim, a atenção dos jovens. Refletimos e contribuímos para a construção de uma sociedade mais justa, onde haja respeito ao outro, respeito à diversidade, tolerância e ética. Principalmente num momento em que a violência assola o país”, afirma Luciana Paschoalin, Diretora do Projeto EducaJovem. 

As atividades oferecidas são leitura e escrita, cidadania, danças, inglês, mídias sociais, esportes, música, artes, moda, serigrafia, educação ambiental e alimentar e formação para o mercado de trabalho. As oficinas são realizadas nos dois períodos, manhã e tarde, e devem ser escolhidas de acordo com a preferência do adolescente. 

Os interessados devem comparecer pessoalmente, de 15 de janeiro a 23 de fevereiro, na Fundação Educandário “Cel. Quito Junqueira”, localizada na Av. Cavalheiro Paschoal Innecchi, 500, no Jardim Independência. É preciso apresentar os documentos de identidade do adolescente e do responsável, um comprovante de residência e a declaração escolar. Mais informações através do telefone (16) 3627.1800, ramal 206, ou pelo site www.educandariorp.com.br.

Serviço: 
Oficinas gratuitas para estudantes de escolas públicas entre 11 e 17 anos 
Inscrições: Até 23 de fevereiro
Local: Fundação Educandário “Cel Quito Junqueira” 
Av. Cavalheiro Paschoal Innecchi, 500, Jardim Independência
Telefone: (16) 3627-1800, ramal 206

Autor: Assessoria de Imprensa da Fundação Educandário

Voltar