Fundação Educandário "Cel. Quito Junqueira"
Avenida Cavalheiro Paschoal Innecchi, 500
Ribeirão Preto - SP
Telefone: (16) 3627-1800
Destaque secundário

Fundação Educandário inaugura Centro de Memória com história de Ribeirão Preto

Inauguração será na próxima quinta-feira (15)

13/12/2016

A Fundação Educandário “Cel. Quito Junqueira” inaugura nesta quinta-feira, 15 de dezembro, o Centro de Memória “Dr. Waldemar Barnsley Pessoa”. O espaço contará com arquivos históricos do acervo de uma das mais antigas, importantes e maiores Fundações da cidade. Nos documentos constam grande parte da história de Ribeirão Preto.

No local ficarão preservadas fotografias tiradas desde a inauguração da Fundação em 1938, objetos guardados desde o período do internato, matérias de jornais e revistas, folders institucionais, contratos e atas de reuniões. Além disso, terá memoriais dedicados aos fundadores do Educandário, Francisco Maximiano Junqueira, o Coronel Quito, e Theolina Zemilla de Andrade Junqueira, Dona Sinhá. 

Documentos históricos nortearam o desenvolvimento da Linha do Tempo que ficará exposta no Centro de Memória. Haverá registros como a Planta Original da Fazenda “Morro da Vitória” onde está localizada a Fundação e o Desenho Arquitetônico do Pórtico da Fazenda, local onde hoje encontra-se o Cemitério da Saudade.  

A intenção é que o Centro de Memória contribua nas pesquisas realizadas pelos programas atendidos pela Fundação Educandário – Colégio Camillo de Mattos, Projeto EducaJovem e o Programa de Iniciação Profissional – e ainda ofereça recursos para subsidiar o trabalho dos professores e ampliar o repertório cultural dos alunos. Futuramente, o espaço estará disponível para acesso à pesquisadores e estudantes.

Elaboração

Após uma reforma, a Biblioteca “Dr. Waldemar Barnsley Pessoa” ganhou adequação para abrigar o Centro de Memória e tornar-se Usina Cultural. A intenção é melhorar cada vez mais a qualidade pedagógica das ações desenvolvidas pela Fundação Educandário e ainda, ajudar a preservar a história de Ribeirão Preto. 

“A história da instituição está inteiramente ligada à história da cidade. Nosso trabalho é preservar ao máximo todos os documentos e itens que poderão contar às futuras gerações o quanto o Coronel Quito e a Dona Sinhá fizeram por Ribeirão e pela comunidade. Não mediremos esforços para continuar o legado deixado por eles e enaltecer suas conquistas”, afirma Marcos Awad, Presidente da Fundação Educandário. 

O Centro de Memória foi idealizado por uma Comissão Interna de funcionários e contou com a colaboração da Mestre em Ciência da Informação e historiadora, Tania Cristina Registro, da especialista em organização de arquivos de valor histórico, Leila Heck, e da educadora e pesquisadora, Alice Registro Fonseca. 

Serviço
Conheça mais sobre a Fundação Educandário e seus programas educacionais gratuitos: www.educandariorp.com.br / (16) 3627-1800

Autor: Assessoria de Imprensa da Fundação Educandário

Voltar