Fundação Educandário "Cel. Quito Junqueira"
Avenida Cavalheiro Paschoal Innecchi, 500
Ribeirão Preto - SP
Telefone: (16) 3627-1800
Destaque secundário

Revide: Fundação Educandário

Oito décadas de mudanças na educação em Ribeirão Preto

18/05/2019

A Fundação Educandário “Cel. Quito Junqueira” vem escrevendo sua história desde 13 de maio de 1938, quando Francisco Maximiano Junqueira, conhecido como Coronel Quito, e sua esposa, Theolina Zemilla de Andrade Junqueira, Dona Sinhá, criaram o “Abrigo de Menores de Ribeirão Preto – Educandário Cel. Quito Junqueira” com o objetivo de acolher jovens de famílias que não apresentavam condições de custear o desenvolvimento completo de seus filhos, como saúde, educação, alimentação e moradia.

Até 1997, a entidade funcionava como regime de internato, mas, a partir de 1998, com o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, que o regime de internato teve fim e o Educandário, como tornara-se conhecido, passou a atender jovens de ambos os sexos em regime aberto. Em 2007, os serviços oferecidos foram reorganizados para atendimentos de educação básica e contraturno escolar.

Segundo Marcos Awad, presidente da Fundação, em 81 anos de história, a equipe do Educandário vem buscando auxiliar as famílias com ensino de qualidade por meio de um papel transparente e claro. “Com a missão de promover educação, cultura e esporte a crianças e adolescentes, somos referência no atendimento em termos de articulação e fomento de políticas públicas e sustentabilidade aos projetos sociais. Além de fortalecer os vínculos familiares e comunitários e prevenir as vulnerabilidades sociais através das ações socioeducativas”, explica Awad.

Para a equipe do Educandário, de acordo com o presidente, fazer parte dessa ação é extremamente gratificante. “São mais de mil crianças e adolescentes atendidas por ano e é ótimo perceber o quanto evoluem, principalmente, como pessoas. E os funcionários sentem-se felizes, realizados e orgulhosos em oferecerem uma educação de qualidade e contribuir decisivamente para o futuro dessas crianças e adolescentes”, afirma.  

Nessas oito décadas de história, segundo Awad, inúmeras pessoas relataram a importância do Educandário em suas vidas. “Desde ex-internos a ex-funcionários, a maioria aponta a diferença no desenvolvimento educacional e pessoal entre quem frequentou a Fundação e de outros membros da família ou do convívio social de que não tiveram a mesma oportunidade. Para apontar alguns casos mais específicos temos alunos que conseguiriam bolsa integral em escolas privadas ou que foram aprovados em universidades públicas. Outros que perceberam, através das oficinas oferecidas no contraturno, o interesse pela arte como dança e teatro e foram fazer formação nessas áreas e seguir uma carreira profissional.”

Educação que molda

Por meio da educação, muitas vidas são transformadas. No Educandário, não é diferente. O presidente Awad afirma que após iniciarem os estudos na instituição, a mudança no comportamento das pessoas é notório. “É visível, desde a Educação Infantil que logo começam a trabalhar em grupo, conviver com o coletivo de forma respeitosa e amigável, exploram os jogos, as brincadeiras e se utilizam do espaço para construir relações saudáveis e isso se estende aos demais anos escolares e ao programa de contraturno. E em pouco tempo, as famílias já relatam a mudança de postura em casa”, conta.

De acordo com o presidente, notam-se diversas mudanças em crianças e adolescentes que frequentam o local, como o respeito, tolerância, autonomia, autoconhecimento, iniciativa, valorização da autoestima e empoderamento, comunicação, sociabilidade, desenvolvimento escolar e o fortalecimento de convivências sociais e familiares.

“Percebe-se que eles se sentem protagonistas de suas vidas, acreditados e encorajados a buscarem novas e melhores formas de enfrentamento das adversidades. Além de mudarem o comportamento em relação a sua participação crítica nos mais diversos contextos sociais, políticos e culturais. Estimulados pela equipe, as crianças e adolescentes aprendem a reconhecer suas emoções e a ter atitudes maduras sobre as desavenças do dia a dia usando comunicação não violenta na solução dos conflitos.”

Projetos

A Fundação Educandário “Cel. Quito Junqueira” oferece educação integral para crianças e adolescentes entre 4 e 18 anos por meio do Colégio Camillo de Mattos, com ensino regular nas áreas de educação infantil e ensino fundamental, e do Projeto EducaJovem, com oficinas de contraturno na sede e em instituições parceiras para estudantes de escolas públicas.

A educação básica através do Colégio Camillo de Mattos compreende a educação infantil I e II e ensino fundamental I e II, direcionados para crianças e adolescentes de 4 a 15 anos. As atividades de formação acadêmica são oferecidas nos períodos da manhã e da tarde, com um quadro curricular que atende a legislação vigente. São oferecidas as disciplinas do núcleo comum e enriquecidas com aulas de Leitura e Produção Textual, Raciocínio Lógico e Matemático, Geometria, Qualidade de Vida, Valores Humanos, Empreendedorismo, Atividades Esportivas em diversas modalidades e Xadrez.

O programa de contraturno, implantado em 2014, oferece por meio do Projeto EducaJovem oficinas para estudantes de escolas públicas com idade entre 6 e 18 anos. O objetivo é proporcionar o aumento do repertório sociocultural com atividades que estimulem a autonomia, a iniciativa, a comunicação e a sociabilidade, visando o pleno desenvolvimento pessoal e social. Além de estimular o fortalecimento da convivência familiar e comunitária, o retorno ou a permanência na escola.

Todo o atendimento da Fundação Educandário é gratuito e a instituição oferece o material escolar, didático e necessário para a realização das atividades, além do uniforme, alimentação, atendimento odontológico e acompanhamento psicossocial.


Bibliotecas

A Fundação Educandário, também, possui a Biblioteca Dr. Waldemar Barnsley Pessoa, localizada no Campus do Educandário, com um acervo de mais de 11 mil livros e é mantenedora de uma das bibliotecas mais antigas, importantes e acessíveis de Ribeirão Preto, a Biblioteca Cultural Altino Arantes, localizada na área central de Ribeirão, que conta com um acervo diversificado de mais de 40 mil títulos disponíveis para a população e que está passando por uma grande reforma prevendo a restauração e  ampliação do espaço físico.

Autor: Revide

Fonte: http://www.revide.com.br/noticias/educacao/fundacao-educandario-ha-mais-de-oito-decadas-mudando-historia-da-educacao-em-ribeirao-preto/?fbclid=IwAR0hrTdVzZR2_g3Lh5oiW8cCCTdE7eW4G71naPkOkYOIZL-AL_tH0WCA69c

Voltar